TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

30 de maio de 2018

Óculos de ciclismo: como proteger nossos olhos?

CONFIRA

Atrevo-me a dizer que os óculos de ciclismo são equipamentos fundamentais nos nossos passeios. Um pedaço de barro ou uma pequena pedra nunca foram projetados em seu olho? Quem nunca sofreu o impacto de um inseto no olho? Já notou como seus olhos ficam lacrimejando por causa do vento? Tudo isso pode ser resolvido usando óculos. Algumas dessas situações geram apenas desconfortos, mas outras podem ser bastante perigosas, levando até a uma queda ou uma úlcera de olho, por isso, o uso de óculos para o ciclismo é essencial.

Conceitos básicos

A armação

Os óculos de ciclismo têm suas armações em plástico (armação). A maioria dos óculos no mercado tem aplicações de borracha nas hastes e na ponte nasal para que não deslize durante o exercício e não seja necessário corrigir continuamente a posição dos óculos. As lentes são feitas de policarbonato (sem cristais), pois o policarbonato é muito mais resistente a impactos de pedras ou outros objetos do que o vidro, sem quebrá-lo. Normalmente, os óculos têm um formato ergonômicosão confortáveis e aerodinâmicos, para proteger bem os olhos e facilitar a ventilação, caso contrário, resultaria em embaçamento desconfortável que se na lente.

Homem com óculos de ciclismo agachado atrás dos aros do pneu da bike

As lentes

Uma vez falado sobre a forma ergonômica dos óculos e sua constituição, falemos sobre as lentes. Como todos sabem, os óculos de ciclismo (poderíamos dizer que qualquer tipo de óculos) são divididos em categorias que indicam a quantidade de luz visível que eles reduzem para evitar ofuscamento. Essas categorias variam de 0 a 4:

  • Lentes categoria 0: Reduzem a luminosidade entre 0 e 20%. Lentes transparentes e recomendadas para dias em que há pouca visibilidade, como durante saídas noturnas ou dias nublados.
  • Lentes categoria 1: Reduzem a luminosidade de 20% a 57%. Eles são usados ​​em dias em que a luminosidade não é muito grande, como em dias nublados. Geralmente têm um tom amarelado ou laranja.
  • Lentes categoria 2: Reduzem a luminosidade de 57% a 82%. Estes são os menos frequentes e já têm uma aparência de óculos de sol, isto é, com tonalidade escura.
  • Lentes categoria 3: Reduzem a luminosidade de 82% a 92%. Eles são os mais usados ​​e mais conhecidos. São usados ​​em dias ensolarados e em diferentes propósitos, tanto esportivos quanto cotidianos.
  • Lentes categoria 4: Reduzem de 92% a 97% da luz visível. Usados em alturas acima de 3.000 metros ou em condições de neve. Eles não são adequados para dirigir, já que reduzem em excesso a quantidade de luz que o olho percebe, sendo perigosa dirigir com esse tipo de óculos.

Quais tipos de óculos de ciclismo podemos encontrar no mercado?

Podemos encontrar óculos com uma única lente. Estes serão escolhidos de acordo com as nossas necessidades. Um exemplo desses óculos pode ser o nosso B’TWIN 700. Disponível nas categorias 0, 1 ou 3.

Outra forma é comprar óculos com lentes intercambiáveis, a fim de adaptar sua montagem às condições climáticas do dia rapidamente, como o modelo B’TWIN 900, que tem lentes das categorias 0, 1, 2 e 3.

Outra opção seriam os óculos fotocromáticos. Uma lente fotocromática é aquela que clareia ou escurece de acordo com as condições de luz do dia. Esse tipo de óculos é usado mais a cada dia, já que, com um único par de óculos, um amplo espectro de necessidades é coberto. Em nosso catálogo encontramos o modelo B’TWIN 700 Photochromic, uma das opções mais econômicas para adquirir óculos fotocromáticos.

óculos de ciclismo com as lentes das 4 categorias

Opinião pessoal

Uma vez que eu descrevi os tipos de lentes e para que serve o uso dos óculos de ciclismo, vou deixar minhas impressões sobre esse acessório. Para a pergunta: que tipo de óculos você usa? Eu respondo o seguinte: Eu uso óculos fotocromáticos em 99% das saídas que eu faço, pelo motivo que comentei anteriormente. Especificamente, eu uso o chamado B’TWIN 700 Photochromic, pois eles se adaptam da categoria 1 para a categoria 3, cobrindo as diferentes situações que podem ocorrer em uma rota. Porque se, por exemplo, o dia está nublado, ou entramos em uma área escura e arborizada, as lentes ficam claras, evitando a necessidade de removê-las. A mesma coisa acontece quando saímos em um dia nublado e, de repente, o sol aparece. Elas escurecem reduzindo a luz visível.

Nos outros 1% de saídas que eu faço, os óculos que eu uso são o B’TWIN 900, categoria 0, isto é, transparente. Eu os uso em saídas noturnas, ou em dias chuvosos, embora esses dias sejam menos frequentes, o que me permite ficar em casa curtindo a internet e a TV. 😉

Outra questão que pode surgir é: As lentes polarizadas podem ser usadas? A resposta é sim. A lente polarizada evita os reflexos das superfícies como a água, ou como o “efeito poça” do asfalto. Se você me permite opinar, particularmente, eu não gosto de óculos polarizados para praticar mountain bike. Sim, seu uso em ciclismo de estrada tem funcionado para mim e não encontrei nenhum problema. No entanto, para mountain bike, notei uma sensação de distorção do solo, ou seja, não sou capaz de medir distâncias e profundidades, então os descartei. Mas, eu insisto, é uma opinião, não uma afirmação, o que é bom para mim não necessariamente é bom para você.

Espero que o conteúdo tenha sido interessante. Até a próxima!

Antonio Calero
Vendedor técnico de ciclismo – Decathlon Córdoba

Confira todas as dicas e conselhos de Ciclismo!

COMENTÁRIOS (1)

Uma resposta para “Óculos de ciclismo: como proteger nossos olhos?”

  1. waslei silva disse:

    Excelente post, parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS