TODAS AS DICAS

11 de dezembro de 2017

Experiência esportiva nos Alpes Austríacos

CONFIRA

Alpes Austríacos

Como nosso material (skipranchasbastõescapacete…) não passa exatamente como bagagem de  mão é muito importante  ter  em mente que  cada  companhia aérea  tem uma  política diferente a este respeito. Geralmente aquelas que viajam para  países  com  turismo  ativo  de inverno oferecem soluções confortáveis para o cliente. Em nosso caso, a companhia com que viajamos despacha uma sacola com a prancha e uma maleta pelo mesmo preço, desde que em totalidade não excedam 23 kg.

Desde  o  momento  em que  o nosso material desaparece através da fita até o momento em que o pegamos no aeroporto de destino devemos reconhecer que não respiramos tranquilos, e é por  isso que  uma sacola com proteção  é de extrema importância. Além disso, podemos utilizar tubos isolantes para os cantos e papel de embalagem para que em conjunto isso proteja ainda mais nosso querido material. Saímos uma fria manhã de inverno de Barajas e vimos o nascer do sol durante a viagem, com a sorte de voar sobre os Alpes em plena luz do dia e com céus claros.

Naquele momento, começamos a ter consciência da magnitude da nossa aventura.

Nosso primeiro destino foi Munique; alugamos um carro para nós quatro e nos dirigimos ao nosso apartamento em uma pequena aldeia de Salzburgo, na Áustria. Na área do Tirol. Escolhemos esta opção em vez de um apartamento ao pé da pista pela possibilidade de acessar diferentes estações próximas.

Com o forfaitSalzburg Superskicard, cujo preço é semelhante ao de uma estação espanhola, tivemos acesso a um total de 22 estações diferentes que ofereciam em conjunto 2552 km de pistas de ski distribuídas em 942 km de pistas azuis, 1327 km de pistas vermelhas e 274 km de pistas pretas. Note-se que o preço já incluía os pedágios e ônibus de traslado, já que uma mesma estação podia abranger diferentes locais.

O objetivo era conhecer o máximo de estações e suas particularidades. Todas as noites, durante o jantar, nos sentávamos para escolher a estação com a melhor neve e meteorologia para o próximo dia. O tempo médio entre nossa localização e as estações era de cerca de 20 a30 minutos de carro.

Entre as estações que tínhamos para escolher ficamos com estas: Zillertal Arena, Ski Circus, Zell am See, Kaprun, Kitzsteinhorn, Kitzbuël. Zillertal Arena.

Como você pode ver, a quantidade de pistas foi espetacular, havia itinerários para percorrer toda a estação, mas precisávamos ficar muito atentos ao relógio, porque de outra forma, não dava tempo em uma manhã inteira e tínhamos que pegar o ônibus de traslado na aldeia mais próxima para retornar.

Kaprun Kitzsteinhorn

A  estação  de  Kaprun  Kitzsteinhorn  foi a mais alta  em que estivemos (3029  m),  perto de  uma geleira onde pudemos desfrutar do “pacote” recém-caído, e fora da pista parecíamos flutuar. A inclinação desta estação  foi a mais característica,  uma  estação pequena, mas muito divertida.

Zell am See

Está  localizada na mesma face que a anterior, mas sua extensão  é muito maior,  o  que significou desfrutar de grande quantidade de pistas em níveis mais baixos (máximo de 2000m). Tivemos sorte de aproveitar esta estação a uma temperatura que manteve a neve perfeita e com um céu claro que nos permitiu contemplar a beleza dessas montanhas.

SkiCircus

Localizada em Salbach possuía um dos maiores trechos de ski (mais de 200 km) onde se alternam diferentes vales e picos.  No entanto, o tempo não perdoou e a névoa se instalou nas partes altas.

No entanto esta estação também ofereceu a possibilidade de esquiar à noite e desfrutar de um Snow Park perfeitamente iluminado e adaptado a todos os níveis e sem filas. Estar no parque com música de fundo e desfrutar do Après Ski foi um ótimo plano para terminar o dia e compensar a manhã com pouca visibilidade e tempestade de neve.

 

Durante toda a viagem, podemos dizer que repetimos a pista apenas em 2 ou 3 ocasiões. Não era apenas o comprimento das pistas, mas a amplitude  das  mesmas  e a boa visibilidade que davam a oportunidade de avançar um pouco mais rápido sem comprometer a segurança própria nem a dos outros.

Os níveis são perfeitamente adaptados e todos podem desfrutar do esporte e avançar corretamente de acordo com suas necessidades. Para  este  tipo  de  itinerários, foi muito útil  uma  mochila,  onde  conseguimos armazenar tudo o que precisávamos durante o dia. Cada uma das estações nos ofereceu algo diferente, então nenhum dia foi igual ao anterior. Claro, o denominador comum de todos eles foi a qualidade das instalações, como teleféricos com divisórias, para-brisas, e assentos aquecidos, bem como infraestrutura wifi em todos os elevadores, mesmo em altitudes elevadas, permitindo com isso, ficarmos conectados a todo momento. A partir disso eu incentivo você a visitar essas montanhas em qualquer dos seus 8 países.

Desejamos para você uma experiência inesquecível!

Joaquín Ochoa – Vendedor de Montanha

PRODUTOS RELACIONADOS

VER PRODUTOS PARA Ski

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *