TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

3 de dezembro de 2018

Dicionário do Treinamento Funcional Parte II

CONFIRA

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONAL: VOCABULÁRIO, SIGLAS E ABREVIAÇÕES II

 

Introdução

Uma das dificuldades iniciais para os atletas de treinamento funcional é remeter o nome do exercício ao que realmente deve ser feito. Então preparamos, de uma forma “bem simplista”, um Dicionário do Treinamento Funcional para ajudar os iniciantes no esporte.

Lembre-se sempre de buscar ajuda com um profissional da sua escolha para evitar lesões devido a má execução dos exercícios e até mesmo aprimorar sua técnica nas execuções.

 

Abreviações e Vocabulário para Exercícios Cardiovasculares

Começamos a segunda parte do Dicionário do Treinamento Funcional com os exercícios cardiovasculares:

Air Bike: é uma bicicleta (equipamento) para exercícios cardiovasculares. O diferencial dela para as bicicletas ergométricas é o recurso de poder usar as mãos para auxiliar no movimento e gerar mais potência, deixando o treino mais intenso.

https://souesportista.decathlon.com.br/dicionario-do-treinamento-funcional-1/Box Jump: pular na caixa de madeira. Este exercício consiste em subir em uma caixa 50x60x70 cm em um único salto, com os pés juntos, repetidamente.

 

 

Burpee: um exercício de amor e ódio entre os praticantes de exercícios funcionais porém talvez o mais eficaz. Consiste em cair ao chão (mergulho), com a face virada para o solo e apoiado sobre as mãos, faz-se o movimento de flexão. Em seguida, com o mesmo impulso se levanta rapidamente e dá-se um salto vertical e bate as palmas da mão, e repete-se toda a movimentação de uma forma cíclica.

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALDouble Unders (DU): saltos duplos com cordas de saltar e para que seja válido a corda deve passar duas vezes sob seus pés no mesmo salto. É aconselhável usar as cordas desenvolvidas para esse uso, veja o link.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALRemo ou Row: Equipamento cardiovascular que simula a remada. Encontre o equipamento ideal para esse exercício neste link.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALWall ball: Exercício que lança uma wall ball contra a parede a uma altura estabelecida e recebida com movimentação de agachamento. Ao subir, o esportista lança novamente a bola e recebe-a com um squat. É aconselhável usar bolas desenvolvidas para esse uso, veja o link.

 

 

Exercícios de levantamento de peso e powerlifting

A sequência da segunda parte do Dicionário do Treinamento Funcional trará os exercícios de levantemanento de peso e powerlifting:

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALBench Press (BP): Exercício de supino. Você pode utilizar os mesmos equipamentos (rack e banco) utilizados na musculação para esse exercício.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONAL

Back Squat (BS): Agachamento. Exercite-se em casa com um Kit Pump.

 

 

Clean and Jerk (C&J): O atleta primeiro levanta a barra até os ombros, onde faz uma pausa, e a partir daí faz outro movimento para elevá-la acima da cabeça.

Clean (CLN): O atleta levanta o peso em dois tempos. Primeiro eleva a barra até a altura do quadril e rapidamente impulsiona com o quadril levando a barra na altura do ombro., onde repousa.

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALDeadLift (DL): Seria a execução do movimento de retirar a barra carregada do chão. Este é um dos movimentos básicos para o LPO e muitos esportistas iniciantes machucam a canela, devido a barra ter que subir rente ao corpo para uma boa movimentação.

 

 

Front Squat (FS): agachamento frontal. Você pode executar utilizando barras ou as super bands.

Hook Grip: É um formato de pegada gancho na barra, utilizada principalmente nos exercícios de Clean & Jerk e Snatch para impedir a barra de girar nas mãos. Nesta pegada o polegar fica preso com os dedos, o oposto da pegada convencional.

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALOver Head Squat (OHS): é um agachamento com carga acima da cabeça e braços esticados na vertical. Pode ser utilizado barra olimpica, dumbell ou kettlebell.

 

 

Power Clean (PC): elevação da barra sobre os ombros. Inicia-se com a barra apoiada ao chão e o atleta na posição similar ao agachamento, então com um arranque ele leva a barra até o apoio dos ombros.

Push Press (PP): Movimento em que elevamos a barra dos ombros até acima da cabeça. É permitido fazer um pequeno impulso com as pernas para impulsionar a barra para cima.

Press Stricto ou Shoulder Press: O desenvolvimento de ombro na musculação. Movimento em que elevamos a barra dos ombros até acima da cabeça. Não é permitido fazer impulso com as pernas para impulsionar a barra para cima. Ele é conhecido também como: Military Press.

Power Snatch (PSN): Exercícios em que a técnica se torna fundamental na execução. Você ergue a barra sobre a cabeça a partir de um único arranque. É feito um Squat bem curto para auxiliar nessa elevação do peso.

Push Yerk: Movimento em que colocamos a carga dos ombros até acima da cabeça. Nesse caso, a carga é empurrada com o impulso das pernas. Pode ser feito com barras olímpicas e dumbells.

Sumo Deadlift High Pull (SDHP): Seria a mesma execução do Deadlift, porém com as pernas um pouco mais afastadas e a elevação da barra até a linha do pescoço.

Snatch (SN): O peso é levantado do chão até acima da cabeça, em um único tempo ou movimento. É possível fazer um agachamento para ajudar na elevação do peso.

 

Exercícios de Ginástica

Agora leia sobre os últimos movimentos do Dicionário de Treinamento Funcional, os Exercícios de Ginástica:

Chest To Bar (C2B): você executa um balanço e ergue o corpo, encostando o peito na barra.

Hollow Rock: conhecido também como “canoinha”. Com as costas apoiadas no chão, contraímos o abdômen para retirar o chão dos pés, braços e cabeça para realizar um balanço em uma posição de canoa.

Hand Release Push Up (HRPU): Flexões, porém na descida quando o corpo toca o chão é necessário tirar as palmas da mão do chão.

Hand Stand Push Up (HSPU): Flexões na vertical (invertido, cabeça para baixo). É necessário ter uma preparação física para executá-la. Você pode utilizar um abmat como apoio para a cabeça ao tocar o chão.

Knees to Elbow (K2E): Este exercício que você faz pendurado no rack, levantar os joelhos até tocar os cotovelos com eles.

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALMontain Clumb: Exercício de prancha, com movimentação simultânea das pernas. Para este exercício você pode utilizar o Push Up Wheel, que protegerá seu punho de lesões e otimizar a execução do exercício.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALMuscle Ups (MU): Este exercício pode ser feito na barra fixa ou nas argolas olímpicas. Ele é parecido com o Pull Up Avançado, pois tem um grau maior de complexidade. O atleta precisa finalizar a posição acima da da barra com os braços estendidos.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALPull Up: A famosa barra fixa da musculação. Para esse exercícios você pode fazer alguns educativos utilizando as super bands, como mostra a imagem abaixo.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALPush Up: A famosa flexão da musculação. Para esse exercícios você pode utilizar alguns equipamentos, como o Push Up Bar, para proteger o pulso de lesões.

 

 

DICIONÁRIO DO TREINAMENTO FUNCIONALRussian twist: Exercício abdominal que faz a torção da região abdominal, utilizando uma medicine-ball, dumbell, anilha ou até a wallball.

 

 

Sit Up: Abdôminal.

Toes to Bar (T2B): a tradução literal seria “dedos dos pés na barra”. Seria um abdominal pendurado na barra fixa, a contração abdominal deve resultar nos dedos dos pés tocando a barra fixa. Essa movimentação é repetida um X número de vezes.

 

Nomes de Eventos Oficiais da CrossFit Inc.

Concluímos o Dicionário do Treinamento Funcional com os eventos realizados pela CrossFit Inc.:

The Crossfit Games: É uma competição criado em 2007 pela CrossFit Inc., que reúne atletas (homens e mulheres) de todo o mundo em busca do título de homem/mulher mais condicionado do planeta. O evento é anual e está na sua 12ª edição, e pode ser acompanhado via web no site oficial da marca.

The Regionals: É a segunda e última fase classificatória para a maior competição de condicionamento físico do mundo (The Crossfit Games). O número de atletas convidados de cada região pode variar geralmente são: 20 homens, 20 mulheres e 15 equipes nos EUA e no Canadá; 30 homens, 30 mulheres e 20 equipes da Europa e Austrália; e 10 homens, 10 mulheres e 10 equipes da América Latina, Ásia e África.

The Open: É a primeira fase classificatória para a maior competição de condicionamento físico do mundo (The Crossfit Games). Seria o principal teste do mundo para medir sua condição de crossfitter. Hoje tem um formato de competição on-line global que duram 5 semanas, onde centenas de milhares de pessoas de todo o mundo realizam os mesmos trabalhos para tentar se classificar para o próximo estágio do campeonato (The Regionals). Acontece em todos os boxs oficiais da CrossFit Inc.

Assim finalizamos nosso Dicionário do Treinamento Funcional…

Quer saber mais? Quer ler mais sobre os tópicos abaixo?

  • Termos de contexto geral
  • Termos de contexto para rotinas de treinamento
  • Termos para equipamentos e acessórios

Então acesse a primeira parte do nosso Dicionário do Treinamento Funcional clicando na imagem abaixo:

Dicionário do Treinamento Funcional

E para ler mais dicas sobre Treinamento Funcional ou outros esportes, clique aqui! 🙂

Até a próxima e bons treinos!!

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS

EVENTOS RELACIONADOS