TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

7 de junho de 2018

Cordas de escalada: cuide bem delas!

CONFIRA

Proteger as cordas de escalada é essencial!

As cordas de escalada é um elemento essencial para a segurança do escalador: impedem a quedaabsorvem os impactos que produzimos, é nosso vínculo com nosso parceiro de segurança, que nos apoia e muitas vezes pode ser o nosso caminho de progressão pelas paredes.

Em resumo, sem querer fazer drama, as cordas (entre outros elementos) podem nos dar muitas alegrias ou desgostos. As cordas de escalada são frágeis para muitas classes de agressões e seu cuidado, proteção e manutenção são muito importantes para podermos nos livrar de sustos e desfrutarmos de nossas escaladas e vôos.

A vida útil das cordas de escalada e manutenção de suas propriedades dependem de fatores muito variáveis como:

  • a frequência de uso;
  • a frequência de quedas de fator alto;
  • o tipo de queda;
  • agentes externos, tais como a rocha com a qual têm atrito;
  • a água da chuva;
  • o cuidado e manutenção com que as tratamos durante seu tempo de atividade.

Nossa corda pode sofrer, a qualquer momento, uma agressão que nos obrigue a aposentá-la por causa de seu uso:

  • o atrito entre duas cordas em uma âncora;
  • uma queda numa borda agressiva;
  • as descidas sobre ela a toda velocidade;
  • a queda de uma pedra sobre ela.

A nossa escalada sempre será tão segura quão seguro for o nosso equipamento e treinamento. Por isso é aconselhável estar treinado e atualizado ao uso, às técnicas e à manutenção de nosso equipamento. Ele pode sofrer danos imperceptíveis a olho nu e devemos estar sempre presentes em sua utilização ou simplesmente confiá-lo às pessoas com o treinamento apropriado.Cuide bem das suas cordas de escalada

Os fabricantes recomendam um período máximo de armazenamento entre 4 e 5 anos (desde a produção da corda) e um período máximo de vida ativa entre 10 e 12 anos, porque, mesmo tendo sido armazenada de forma correta, bem cuidada e tendo sido realizada uma manutenção ótima ao longo do tempo, as propriedades das fibras sintéticas que compõem as cordas perdem suas virtudes com o passar do tempo. E, se mergulharmos um pouco em catálogos mais técnicos, não há nenhum fabricante que se aventure além desses parâmetros. Finalmente, todos concordarão que as cordas de escalada devem sempre ser mantidas afastadas de produtos químicos como ácidos, óleos, gasolina… Em caso de contato da corda com qualquer elemento suspeito, consulte o fabricante.

Como cuidar das cordas de escalada?

Use uma bolsa/mochila para corda

Cordas de escalada na mochila apropriadaSe uma corda é deixada no chão durante o seu uso, a areia do solo penetra em seu revestimento exterior (também chamado capa) e estes grãos de areia (que não deixam de ser minerais microscópicos afiados) penetram na corda e, ao passarem por mosquetões e dispositivos de segurança, atacam suas fibras e aceleram sua deterioração. O ideal é usar uma mochila para corda para que ela não toque o solo diretamente. Isso também nos permitirá armazená-la sem ter que dobrá-la, o que a impedirá de curvar-se, como acontece frequentemente depois de dobrada ou enrolada sobre si mesma.

Nunca guarde a corda molhada

Homem enrolando suas cordas de escalada ao redor do pescoço

A corda pode se molhar pelo uso em atividades de alpinismo, contato prolongado com neve ou gelo, por causa de uma pancada casual de chuva ou porque escalamos em uma área rochosa porosa, do tipo calcário, que, após um dia de chuva, tenha infiltrações de água por suas fendas e buracos. Portanto, antes do armazenamento, deve ser colocada em local ventilado e protegida contra raios UV, esticando-a em todo o comprimento possível e evitando dobras para facilitar a saída da água de todas as suas tramas.

 Nunca guarde a corda no porta-malas do carro em dias de sol

Isso deve ser evitado porque claramente é como colocá-la em um forno, isso acelera a deterioração das fibras viscosas que compõem a corda, reduzindo sua elasticidade, o que pode ser a causa de quebras parciais ou completas devido a impactos fortes sobre ela.

Quando utilizá-la?

Sempre verifique a corda antes e depois do uso. Inspecione os 4 ou 5 metros imediatos a cada extremidade, pois eles sofrem muito ao receber os impactos de nossas quedas, incham e deterioram a capa, chegando mesmo a rompê-la e agredir a alma (o interior da corda) por causa da fadiga causada pelos impactos repetidos da corda sobre o mesmo ponto.

Se a capa da corda estiver muito descascada ou se, ao dobrar a corda, os lados contíguos ao vinco se tocam e oferecem uma aparência mastigada, devemos cortar essa extremidade. Coloque um esparadrapo bem apertado para evitar o deslocamento da capa e da alma da corda e corte bem no meio do esparadrapo de maneira uniforme com um objeto bem afiado e depois queime o raio da extremidade da corda.

Processo de reparação:

  1. Envolvemos a região do corte com esparadrapo.
  2. Cortamos a corda na região central onde o esparadrapo foi colocado.
  3. Finalizamos o corte queimando com um isqueiro para que a capa e a alma fiquem coladas.

Evite puxar a corda violentamente quando estiver tensionada com o muito atrito em alguma parte da parede, no contato com arestas ou superfícies rugosas. Quando fazemos manobras de descida como o rapel ou descemos um parceiro, devemos evitar fazer isso em altas velocidades porque, fazendo assim, podemos produzir fusões nas bainhas da corda, provocando que aqueçam as superfícies metálicas do dispositivo de fixação pela forte fricção com a corda.

Cordas de escalada com pegas e mosquetãoDevemos ter cuidado com os equipamentos e instalações feitos com polias ou superfícies de aço inoxidável. Muitos fabricantes alertam que o aço inoxidável transmite muito mais calor e piora a situação. Portanto, o ideal são os dispositivos de descida homologados que são fabricados com ligas que, entre outras coisas, reduzem o acúmulo de calor e se resfriam rapidamente.

Finalmente, revise as pegas e o material que você usa, olhe atentamente para a passagem da corda de seus mosquetões e os pontos de pega, se eles estiverem muito gastos, é possível ter áreas cortantes que podem agredir a corda sem aviso.

Considerações finais

Sempre que você comprar uma corda, leia as especificações técnicas que a acompanha e guarde-as (nelas existem uma série de informações interessantes sobre a sua utilização, manutenção e vida útil). Seja meticuloso em seu cuidado e realize inspeções periódicas nela para verificar o seu estado.

Se houver dúvidas da qualidade em alguma trama e, se porventura não a usar, leve-a para uma revisão feita por um técnico. No pior dos casos, livre-se dela, pois os acidentes não avisam quando vão acontecer.

Mulher enrolando cordas de escalada no alto de uma montanha com o sol ao fundo.

Espero que vocês tenham gostado do post!

Até a próxima!

Confira todas as dicas e conselhos de Escalada.

PRODUTOS RELACIONADOS

VER PRODUTOS PARA Escalada e Alpinismo

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS