TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

28 de abril de 2019

Como limpar a bike depois de uma trilha de MTB?

CONFIRA

Quem pratica Moutain Bike sabe que é difícil sair pra pedalar e não voltar pra casa com a bike toda suja. E você sabe como limpar a bike corretamente? Preparamos um post com dicas pra você deixar sua bike zerada depois de se jogar em uma trilha, confira!

Aprenda como limpar a bike depois de se jogar na lama

Pode ser que você encontre água e lama em cada um dos passeios que fizer nesses meses de inverno. Por isso, é muito importante fazer a devida manutenção da bicicleta.

Se nos cuidamos para ficarmos saudáveis, temos que ter o mesmo cuidado e limpar a bike depois de cada saída. Seguimos algumas orientações para prolongar a vida da nossa bicicleta, evitando que ela se oxide e passe prematuramente pela oficina.

1- Limpe a bike imediatamente após o uso

É muito importante limpar a nossa bike assim que terminarmos o percurso. Dessa forma, evitaremos vários problemas, como encher a casa de sujeira, a consequente bronca da nossa mãe ou companheira, a bicicleta ficar completamente enferrujada e, o mais importante, fica mais fácil de limpar, porque a lama molhada é muito mais fácil de tirar do que seca. Se a lama secar, teremos que molhar a nossa MTB por inteiro.

Como limpar a bike com escova

2- Ao limpar a bike, evite ao máximo a água pressurizada!

Com a lama, é muito complicado lavar a bicicleta sem o uso de lavadoras de pressão e, além disso, é mais simples e mais rápido. Mas devemos limitar o máximo possível seu uso, usando-a apenas quando for estritamente necessário, encurtando a exposição da nossa MTB ao jato e, claro, sem direcionar o jato às peças com rolamentos (direção, pedais, eixos das rodas, basculante, amortecedores, etc).

Sempre que possível, recomendamos lavá-la com um balde de água e sabão, desengordurante, esponja e escovas. Assim, vamos prolongar muito a vida da nossa bike.

3- Secar nunca é demais

Mais importante do que a lavagem é a secagem. Assim como, para não pegarmos friagem, devemos nos enxugar rapidamente e mudar de roupa, com a bicicleta devemos fazer o mesmo e secá-la assim que acabarmos a limpeza para que ela não enferruje. É muito importante secar completamente todos os parafusos e a transmissão para evitar ferrugem.

4- Não esqueça da lubrificação da transmissão

E, por último, mas não menos importante, devemos lubrificar os componentes de transmissão para que a nossa mountain bike esteja em perfeitas condições para a próxima pedalada. Não devemos abusar na hora de lubrificá-la e devemos passar apenas óleo ou cera específica na corrente.

Nada de lubrificar pinhões, discos de freio ou partes móveis, como direção, pedal, eixo das rodas, mecanismo rotativo ou amortecedores. Eles têm uma graxa que, se colocarmos lubrificante líquido, se desprenderá e irá acelerar a oxidação.

Não abuse do lubrificante. Temos que lubrificar com a quantidade certa (lubrificante demais só serve para encher a bicicleta inteira de óleo ou manchar os discos de freio).

Lubrifique a corrente depois de limpar a bike

Dica: Dê uma volta na corrente com o lubrificante, mais 2 ou 3 voltas sem óleo e retire o excesso com um papel.

Você tem que prestar muita atenção para não lubrificar, não deixar cair óleo ou não usar nenhum desengordurante que seja oleoso (que contenha qualquer componente de óleo) nos discos de freio ou faixa de frenagem, porque faria uma boa bagunça, estragando o sistema de freios.

Conclusão…

Atualmente existem estações de serviço onde temos de tudo (mangueira de pressão, secagem e lubrificação) para a manutenção da nossa bicicleta. São lugares ideais para aqueles dias de lama, mas nem todos têm acesso a elas. É importante que “a mangueira” seja a mais curta possível e não aproxime o jato das peças de rolamento (direção, suporte inferior, eixos das rodas, basculante, amortecedores, etc). Remova bem a lama da transmissão e freios para que a bicicleta funcione adequadamente nos próximos passeios. É preciso secá-la bem e rapidamente e lubrificá-la corretamente.

E como “eu” faço para limpar a minha bike?

Uma vez que os pontos anteriores estão claros, explicarei como eu limpo minha MTB.

Sempre que possível, lavo com um balde de água e sabão, desengordurante, esponja e escova. Se não for possível pela quantidade de lama ou porque eu tenho que colocá-la no carro, procuro um posto de gasolina por perto e uso as instalações do posto de gasolina para fazer isso.

Limpo a bicicleta com extremo cuidado na direção, no suporte inferior, nos eixos das rodas, no basculante e nos amortecedores. Dou mais importância aos pedais, transmissão, rodas e estrutura, que é onde a lama mais se acumula. Assim que termino, subo na bicicleta molhada e dou uma volta de mais ou menos 2 km. Depois que  minha MTB já está seca ou quase seca, eu passo o limpador de corrente, se necessário.

Ao chegar em casa, termino de secar as partes mais importantes. Passo um pedaço de papel com um pouco de álcool ou limpador específico nos discos de freio para garantir uma limpeza adequada, lubrifico a corrente e as juntas de câmbio apenas com a quantidade correta de cera, rodo com a mountain bike, experimentando as marchas várias vezes, e estou pronto para a próxima saída.

E você, tem alguma dica pra compartilhar com a gente? Deixe seu comentário aqui embaixo!

Até a próxima!

Felipe Ramos
Digital Sport Leader Decathlon Brasil e apaixonado por Ciclismo

Para mais dicas de ciclismo, clique aqui e acesse nosso blog.

PRODUTOS RELACIONADOS

Ver tudo de Ciclismo Mountain Bike

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AVALIE ESTA DICA

DICAS RELACIONADAS

EVENTOS RELACIONADOS