TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

28 de outubro de 2019

7 dicas para cair no surf sem se machucar

CONFIRA

1- Analisar as diferentes quedas no surf

 

Além de ser algo assustador, a queda com a prancha de surf pode ser perigosa para você e para os outros surfistas.
Saber identificar os riscos irá ajudá-lo a ter os reflexos certos em uma situação crítica. Entre os principais riscos que se deve evitar no wipeout :

  • Queda sobre o material

O “bico”, as quilhas e a “rabeta” são os elementos mais perigosos da sua prancha em caso de impacto. Use um capacete!

  • Colisão entre surfistas

Se há vários surfistas na água, cuidado com a sua prancha de surf mas principalmente com a dos outros. O risco de impacto é máximo. Mantenha a distância, de outros surfistas para que não corra o risco de levar uma pranchada.

  • Máquinha de lavar

Dependendo do tamanho e da potência das ondas, você pode ser projetado para o fundo e sacudido por todo o lado (“washing machine”). Mantenha-se calmo…

2 – Como prever a queda?

A queda com prancha ocorre muitas vezes de uma falta de concentração no take off.

Quando rema, ao levantar-se na prancha, pode acontecer encontrar-se na crista da onda, prestes a cair. O onda pode ter formado o tubo rapidamente e ter-se tornado bruscamente muito inclinada.

Talvez tenha arrancado demasiado tarde! Nesse caso, o melhor é voltar à casa de partida para evitar que quebre.

Vai perceber rapidamente: a análise certa das ondas de um spot é muito importante antes de se lançar. Calma: os erros permitem-nos aprender e progredir!

3 – Como cair em segurança?

Já não tem hipóteses de escapar ao wipeout ? Mergulhe enquanto é tempo!

Assim mantém o controle desta situação delicada pois deixar-se levar nunca é boa idéia no surf… Assim sendo, como mergulhar ?

  • O mergulho à superfície : numa onda com pouca profundidade, mergulhe na horizontal mas com a cabeça primeiro para não ir direto ao fundo!
  • O mergulho em profundidade : numa onda imponente e potente, mergulhe em profundidade para escapar à força da onda e evitar ser muito sacudido ;
  • O salto plano na espuma : num fundo rochoso ou com corais, caia de forma plana e não puxe com os pés para subir à superfície caso toque no fundo.

4 – Ter bons reflexos durante um wipeout

Não conseguiu evitar a queda? Descubra os bons reflexos para que a passagem sob a água ocorra sem entraves.

  • Proteja-a sua cabeça com as mãos em caso de queda ;
  • Se não se sente muito seguro e para evitar que a prancha não colida com outros surfistas (esperando que façam o mesmo!) tente encontrar uma zona livre para se lançar!
  • Mergulhe, depois nade por baixo d´água até que a espuma tenha passado ;
  • Não entre em pânico debaixo d´água, mesmo que esteja desorientado por causa de uma “máquina de lavar”! Mantenha a calma e pense em coisas agradáveis (as últimas férias, o cheiro do seu bolo favorito enquanto coze, etc) para manter o fôlego ;
  • Mantenha os olhos abertos para ver melhor. Terá uma melhor perceção do fundo, a superfície ou a sua prancha;
  • Puxe o seu leash e/ou procure a luz para voltar à superfície de forma tranquila.

5 – Conselhos para evitar as quedas

Existem no entanto alguns gestos de «prevenção» que podem reduzir os riscos de queda na prancha. Eis os 5 conselhos que deve ter em mente quando estiver na água:

  1. Sair da onda quando perceber que se vai fechar. Mantenha-se deitado na parte de trás da prancha mantendo a parte da frente fora d´água. Vai pegar a espuma e deslizar até sair da zona de impacto ;
  2. Observar bem o spot e a formação das ondas antes de entrar na água ;
  3. Não surfar em ondas muito grandes para o seu nível de prática;
  4. Sair da água quando se sente cansado;
  5. Manter-se concentrado e hidratar-se para evitar lesões.

6 – Treine apnéia

Os surfistas de grandes ondas fazem geralmente um treino específico de apnéia. Um wipeout num destes monstros obriga-os, de fato, a passar mais de 30 segundos debaixo d´água!

Para estar mais à vontade e ter mais confiança nesses momentos por vezes angustiantes, ter algumas aulas e melhorar a apnéia pode ser uma vantagem. Mesmo no caso de um surfista de nível intermediário.

Percebe quão importante é conhecer bem o “pico” em que vai surfar. O conhecimento da profundidade que existe sob os seus pés ou do fundo marinho ajuda a cair melhor sem se lesionar.

Calma: a queda na prancha é frequente. Não deve desencorajá-lo: até porque, com este guia, agora sabe como cair!

7 – Pratique surf em segurança!

Não importa o nível, todos estamos sujeitos um dia a sofrer uma queda significativa com consequências por vezes dramáticas.

Mais de metade dos acidentes decorrem de um choque entre a cabeça do surfista e a sua própria prancha, seguido de colisões entre surfistas (mais ainda quando há muita gente no line up), e por fim do tipo de fundo: areia, rocha, coral.

Felizmente, a maioria dos acidentes são leves mas os graves afetam maioritariamente a cabeça do surfista. Na água, quando batemos com a cabeça e desmaiamos, o risco é de afogamento. Mesmo não protegendo contra todos os traumatismos, é realmente importante usar um capacete para surfar com total segurança.

 

PRODUTOS RELACIONADOS

VER PRODUTOS PARA Surf

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS