TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

28 de janeiro de 2019

CALISTENIA SIGNIFICA “BARRIGA TANQUINHO”?

CONFIRA

Em outra postagem, falamos sobre o que é e quais os benefícios da calistenia, mas quando o interesse do esportista envolve um objetivo estético, quais benefícios você pode esperar da calistenia?

Quando o objetivo é definição muscular, estamos basicamente buscando melhorar a relação percentual de gordura X percentual de massa magra. Diferente do que muitos pensam, para essa finalidade, o peso corporal é o de menos. O importante é reduzir o percentual de gordura (diferente de peso) e construir massa muscular suficiente para que as linhas de definição comecem a se destacar.

Os índices de percentual de gordura considerados normais então por volta de 15% para homens e 20% para mulheres (este valor pode variar de acordo com o protocolo utilizado para aferir os percentuais).

Uma boa definição muscular ocorre normalmente quando o percentual está abaixo do percentual considerado “normal”. Estes valores são baseados num percentual de gordura corporal saudável. Não necessariamente possui relação direta com a estética corporal, mas serve como parâmetro para nortear o plano de treinamento.

OK, mas… A calistenia pode trazer a tão desejada “barriga tanquinho”?

A resposta é SIM, a calistenia “pode sim” ser considerada uma modalidade bastante eficaz quando o objetivo prevê emagrecimento, do ponto de vista diminuição do percentual de gordura e definição muscular, tendo como resultado a famosa barriga tanquinho!

E, como isso funciona?

Antes, vamos a algumas informações sobre como ocorre este processo fisiologicamente.

Os estímulos mais eficazes na promoção do emagrecimento são os estímulos mais intensos, tanto pela quantidade de energia (calorias) que irá precisar para executar a sessão de treinamento, quanto pelos mecanismos fisiológicos pós-treino (exemplo, o “Efeito EPOC”).

Entenda o efeito EPOC

Durante o exercício físico, há uma demanda maior de oxigênio para suprir as necessidades metabólicas do organismo. Entretanto, logo no início do exercício, essa demanda é maior do que a oferta desse gás. Isso cria um déficit de oxigênio que precisa ser suprido durante o exercício.

Após o exercício, a demanda de oxigênio não retorna, de imediato, aos níveis de repouso. O consumo de oxigênio permanece elevado durante algum tempo, mantendo o consumo de calorias elevado. Isso para normalizar algumas funções como respiração, frequência cardíaca e temperatura corporal.

Para manter esse mecanismo, nosso organismo mantém o gasto calórico em repouso após o treinamento elevado em até 15%, entre 1 a 15 horas pós treino. Quanto maior a intensidade da sessão, maior será o tempo e quantidade de energia para equilibrar e recuperar o organismo.

A fórmula

Considerando que a calistenia é um treinamento intenso e mesmo no pós treino seu corpo continua gastando calorias acima da média. E associando à uma dieta adequada ao objetivo (geralmente uma dieta restritiva), o resultado será a redução do percentual de gordura.

A calistenia é uma modalidade considerada intensa porque suas sessões têm como característica o alto volume e/ou a intensidade de estímulo. A alta intensidade sempre dependerá do nível de condicionamento do praticante, do seu nível de prática e frequência.

O desenvolvimento do “core” faz parte da calistenia

Além da intensidade, outra característica marcante do treino de Calistenia é a necessidade de treinamento e desenvolvimento do core.

O core é a denominação utilizada para definir a região central do corpo, entre a cintura pélvica e cintura muscular, composta por 29 pares de músculos, dentre eles, os músculos abdominais. Um dos aspectos principais para a prática é o desenvolvimento do CORE e consequentemente dos abdominais.

O corpo do praticante de Calistenia assume formas muito semelhantes aos dos atletas de ginástica artística. Isso devido à semelhança quanto a demanda energética, quanto aos padrões de movimento e os elementos ginásticos mais complexos.

Conclusão

Quando se trata de estética corporal, a calistenia é uma excelente alternativa pois promove uma construção muscular equilibrada e simétrica. Além de ela proporcionar redução considerável dos percentuais de gordura corporal.

Lembrando que, para obter os resultados desejados, toda estratégia que envolva exercícios físicos e dieta, dependem prioritariamente da disciplina e constância em sua prática.

Para alcançar seu objetivo de “barriga tanquinho” de uma forma mais otimizada, procure ajuda de profissionais da área.

Equipamentos aliados a #BarrigaTanquinho #SixPack (ver todos)

barriga tanquinho

barriga tanquinho

barriga tanquinho

Post escrito por Marcelo Vieira, especialista em treinamento funcional, praticante de calistenia e fundador da assessoria esportiva Movement LifeStyle.

E aí? Curtiu nosso post sobre barriga tanquinho e calistenia? Se quiser conferir mais dicas sobre esse ou outros esportes, clique aqui!

Então, até mais! Vejo vocês nos treinos! 😉

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AVALIE ESTA DICA