TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

14 de novembro de 2016

Badminton, Squash, Padel… Que tal mudar de raquete?

CONFIRA

Você joga tênis e gostaria de continuar melhorando? Bem, talvez seja a hora de melhorar o seu jogo tentando 3 outros esportes de raquete: badminton, squash e padel. Você desfrutará desses esportes complementares, e eles, de quebra, irão ajudá-lo com a sua prática de tênis.O que você está esperando? Tente uma mudança de raquete!

PEGUE UMA CARONA PARA O SUCESSO!

untitled

Pula, corre para a rede, dá um smash, manda um drop shot, dá um lobby… badminton e tênis estão próximos, até nas palavras que usam. No entanto, o badminton é jogado em uma quadra mais curta, mais estreita e com uma rede mais alta, sendo assim os movimentos e as táticas são diferentes… e até complementares.
Explicações:
Um esporte explosivo! O badminton é uma combinação implacável de saltos, realinhamentos e deslocamentos para frente ou para os lados. O corpo deve estar constantemente pronto para reagir à trajetória do volante (peteca). Os músculos do glúteo, abdominais e dorsais são submetidos a um trabalho intenso ao longo de períodos de tempo muito curtos. Quando transferido para o tênis, esse trabalho em sua explosão levará a um jogo mais dinâmico aumentando a capacidade do seu corpo na reação durante a prática.

Coordenação e flexibilidade! Um esporte rápido onde a trajetória do volante (peteca) requer trabalho de pés para ajustar-se permanentemente, o badminton exige reações extremamente rápidas em termos de ambos os movimentos e da cobertura de quadra para jogar a tacada certa. O badminton desenvolve a coordenação e também a sua flexibilidade física. Aplicados ao tênis, esses dois critérios permitem ajustar-se com muito mais precisão e aumentar o ritmo de suas tacadas, graças a uma maior flexibilidade na parte superior do corpo.

Flutuar como uma pena! Em uma hora de badminton, é provável que se cubram cerca de 5 a 65 km. O movimento em torno do volante (peteca) é ágil e quase aéreo, este é um benefício considerável para o tênis, especialmente ao subir na ponta dos pés um pouco antes de bater na bola.

Você sabe de onde vem o badminton? O badminton é originário da Índia, onde era conhecido como “Poona”, um jogo jogado com uma bola leve e uma raquete. Em 1873, o inglês oficializou o jogo na cidade que deu o nome ao esporte (Badminton), mas, como eles não tinham bolas, eles prendiam penas em uma rolha de champanhe, e a peteca nasceu.

O CORPO CONSTRÓI SEU CORAÇÃO GRAÇAS AO SQUASH!

squash-300x191

3 paredes, 1 parede de vidro: estes são os limites de uma quadra de squash, 62 m² para correr, flexionar-se, pensar e bater na bolinha preta. Considerado um dos maiores esportes para a queima de calorias, o squash é um exercício cardiovascular altamente eficiente e um perfeita ajuda para o tênis.
Desenvolvimento de resistência e explosão! Posicionar-se, localizar e reposicionar-se… Estas 3 palavras são essenciais em todos os esportes de raquete, mas tornam-se ainda mais importantes quando se trata de squash. A capacidade aeróbica do coração é empurrada para os limites (de resistência), bem como a sua capacidade anaeróbica (explosão), a fim de suportar a intensidade dos ralis; isto é particularmente benéfico para o tênis. Sua recuperação entre os pontos será mais rápida e mais eficiente. Permanecer lúcido e fisicamente revigorado para o ponto seguinte é facilitado por esta capacidade de recuperação.

Melhorar a nitidez da visão! O squash é rápido e furioso. A bola desloca-se a velocidades que vão de 10 a 200 km/h em media (280 km/h para as tacadas mais ponderosas) e tem um diâmetro de apenas 40 mm. Seus olhos são realmente transtornados pelos seus ritmos; eles se adaptam e trabalham incessantemente dentro de um escopo de 360°. Este exercício tem um considerável impacto ao jogar tênis: as bolas de tênis viajam em linhas retas e em velocidades mais lentas para que seus olhos antecipem as tacadas de forma mais eficiente, permitindo-lhe entrar em posição mais facilmente.

Resistência ao esforço! Não há descanso para os ímpios! Tacada após tacada, ponto após ponto, o esforço incessante exigido pelo squash irá permitir-lhe trabalhar em sua resistência física. Mais e mais resistente, você vai sentir a diferença na quadra de tênis com a sua capacidade de encadear ponto após ponto e jogo após jogo.

Você sabia? 900 calorias queimadas em média durante uma hora de squash, tornando-o um dos esportes com mais gasto de energia e mais saudáveis que existem.

Ganhar é na precisão!

padel1

Originário do México em 1974, o padel foi exportado para a Espanha, onde se tornou um dos esportes mais populares do país, com mais de 8 milhões de jogadores. Uma quadra de padel é fechada e as medidas são de 20 m de comprimento por 10 m de largura. Os pontos podem ser muito longos. A meio caminho entre o badminton, o squash e o tênis, este esporte latino-americano está se tornando um esporte complementar ao tênis.
Tudo sobre o time! Quando jogado em 2 contra 2, o padel é um esporte de equipe em que a coordenação é essencial. Transferir essa mesma coordenação para uma quadra de tênis, em duplas e individuais, resulta em uma colocação mais precisa da tacada.
Saltos, estocadas, reações rápidas, voleios, “smashes”, jogo de rede, defesa! O jogo tem tudo de que você precisa para aperfeiçoar o seu trabalho de pés, inclusive grande intensidade; isso vai certamente ajudá-lo com o seu tênis.

Precisão! Marcar um ponto no padel é mais complicado do que no tênis. Você tem que ser paciente e jogar a tacada certa no momento certo se você quiser dar arremates em seus oponentes. A precisão custa alto se você quiser desestabilizá-los. Essa paciência e precisão são perfeitas para o tênis. Aproveite o tempo para construir um ponto, a fim de terminá-lo mais facilmente.
Você sabia? O ponto de padel mais longo já registrado durou 2 minutos inteiros (rali de 80 tacadas).

 

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS