TODAS AS DICAS
INÍCIO DICAS

10 de maio de 2019

10 dicas para correr no frio

CONFIRA

A corrida é um esporte de resistência que produz efeitos corporais opostos aos provocados pelo frio. Permite aos praticantes iniciante ou os performances tolerarem melhor as baixas temperaturas. As 10 dicas abaixo foram pensadas para você que nem pensa em parar de correr no frio.

10 dicas para correr no frio

1. Comece com exercícios de aquecimento em locais fechados

Estes exercícios permitem aumentar progressivamente a temperatura do corpo e o calor muscular. Asseguram uma melhor flexibilidade das articulações e facilitam a coordenação dos movimentos. Logo nas primeiras passadas, os músculos dos membros inferiores trabalharão de forma mais harmoniosa e com maior facilidade.

2. Para correr no frio, use roupas de frio apropriadas

Com o frio, o primeiro reflexo consiste muitas vezes em usar mais roupas, o que não é necessariamente benéfico, pois pode gerar desconforto! Para evitar sofrer com temperaturas baixas, opte por roupas que eliminam a transpiração e mantenham o seu corpo quente.

Para correr no frio com conforto e conservar o calor durante o exercício, use roupas específicas para tempo frio. Elas são fabricadas com componentes técnicos, leves, suaves, respiráveis e isolantes, que proporcionam excelente liberdade de movimentos e zonas mais justas e mais ventiladas, de acordo com as diferentes partes do corpo. Ao usar roupas de corrida, os seus movimentos são facilitados, o calor do seu corpo é conservado e rapidamente você esquece do frio!

Dê preferência por roupas escuras para correr no frio

 

3. Dê preferência às roupas escuras

As cores escuras absorvem os raios solares que estão sempre presentes apesar das nuvens e do frio ambiente.

Durante os seus treinos, use equipamentos de corrida escuros, de preferência com refletivos (corta-vento, colete sem mangas, tênis, etc). Mesmo que os raios solares sejam menos quentes do que no verão, a produção de calor emitida pelas fibras do vestuário não deve ser negligenciada, particularmente com frio intenso.

4. Cubra as extremidades do corpo para correr no frio com mais conforto

Os principais “pontos frios” que exigem proteção são a cabeça, o pescoço, as mãos e os pés. Efetivamente, quando está frio, a perda térmica pode chegar a 70% através destes “pontos frios”. Escolha luvas, meias, um gorro ou faixa para o pescoço em função das suas qualidades isolantes.

Para correr no frio, use roupas apropriadas que cubram as extremidades

 

5. Use tênis de corrida adaptados às condições meteorológicas e aos diferentes pisos

Durante a corrida, é importante manter os pés secos, impedir a penetração da chuva ou de terra no calçado e ter estabilidade em pisos escorregadios. Alguns tênis para trail running, por exemplo, por serem destinados às práticas mais extremas, possuem maior resistência a água.

6. Hidrate-se corretamente

A respiração de ar frio acelera a desidratação. Leve água consigo e beba pequenos goles durante e após a corrida. Em sessões de corrida mais prolongadas, leve um compartimento com alimentos sólidos, sob a forma de gel, glicose ou frutas secas. Você deve ingerir pequenas quantidades, uma vez que a digestão é mais difícil durante a corrida.

7. Produza calor comendo!

Frutas secas, barras de cereais ou géis energéticos são alimentos ótimos para levar durante a corrida. Os glicídios ou açúcares serão rapidamente assimilados pelas células musculares e cerebrais para combater o frio e dar energia.

8. Inspire pelo nariz, expire pela boca!

Em caso de frio intenso e vento, é preferível inspirar pelo nariz e expirar pela boca para aquecer o ar frio antes que este penetre nos bronquíolos pulmonares. Este processo deve ser evitado em caso de esforço intenso.

9. No início da corrida, prefira correr contra o vento.

Correr com vento aumenta a sensação de frio. É aconselhável correr contra o vento no início da corrida e correr com vento nas costas no regresso. Efetivamente, a temperatura do corpo aumenta se for empurrado pela brisa.

10. Faça exercícios de fortalecimento muscular ao fim da corrida.

Diminua o ritmo de resfriamento fazendo movimentos de fortalecimento muscular no final da corrida. Estes exercícios favorecerão o equilíbrio térmico após o esforço e evitarão a hipotermia que pode rapidamente ocorrer em caso de frio intenso.

Exercícios pra fazer depois de correr no frio

Com essas dicas, você não terá mais desculpas para não correr no frio!

Até a próxima dica!

Para conferir todas as dicas de corrida, clique aqui.

PRODUTOS RELACIONADOS

Ver todos os produtos de corrida

COMENTÁRIOS (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DICAS RELACIONADAS

EVENTOS RELACIONADOS